“Sete Anos em Maio” e “Vaga Carne” estreiam 19 de março – ESTREIA ADIADA

ATENÇÃO: o lançamento de Sete Anos em Maio e Vaga Carne foi adiado devido às medidas de precaução contra o Covid-19, o novo coronavírus. Em breve uma nova data será anunciada

A Embaúba Filmes preparou uma sessão com dois média-metragens de importantes artistas mineiros: Vaga Carne e Sete Anos em Maio. Juntando os dois, 86 minutos em tela garantem a exibição no circuito comercial padrão.

Os médias-metragens geralmente tem dificuldade para serem exibidos até mesmo nos festivais de cinema. Estes dois filmes, além de serem produzidos por importantes artistas da cena mineira, possuem diversos pontos de diálogo e me pareceu que a reunião dos dois, numa mesma sessão, faria muito sentido, para além de permitir a estreia comercial, em salas de cinema.

Daniel Queiroz, diretor da Embaúba

Dirigido pela atriz Grace Passô, ao lado de Ricardo Alves Jr, Vaga Carne é uma transcriação para as telas do monólogo teatral homônimo, também interpretado por Passô.

Compondo a sessão está também Sete Anos em Maio, de Affonso Uchôa (codiretor de Arábia), que foi selecionado para quase 40 festivais pelo mundo e ganhou prêmios em 13 deles, como o Visions Du Réel (filme mais inovador), FilmAdrid, IndieLisboa, Festival do Rio, FestCurtas BH, Janela Internacional de Cinema do Recife e Olhar de Cinema de Curitiba; além de ter feito parte da seleção oficial da Viennale, do festival de Toronto e da 43a Mostra Internacional de Cinema em São Paulo. O filme foi escolhido ainda o melhor “Curta ou média-metragem” de 2019, segundo a ABRACCINE – Associação Brasileira de Críticos de Cinema. 

Gostou? Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *